Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




por Oldfox, em 24.04.09

Aldina Duarte

Aldina Duarte - Foto de Isabel Pinto

Fui ao concerto da Aldina Duarte, "Mulheres ao Espelho" , há dois dias, na Culturgest, em Lisboa.
E foi maravilhoso. Sou uma leiga em relação a Fado, tenho sérias dúvidas quanto à cultura do Fado - as mulheres sofrem, esperam e desesperam, são abandonadas, violentadas, escorraçadas e os homens são marialvas, malandros e muito pouco amigos e/ou companheiros - mas a Aldina é esplendorosa com uma voz poderosa, uma simplicidade desarmante, um pathos devastador. E uma grande coragem. Esteve sempre em palco - despojado, limpo - com os seus músicos, os seus gestos comedidos e elegantes. E um sorriso deslumbrante, uma presença física que enchia a sala. (Sala apinhada e em silêncio, no final explodindo em aplausos calorosos ).
Conheço a Aldina e ela tem lugar de destaque aqui, neste espaço, uma vez que é nossa companheira de leituras, na Comunidade. (E quanta gente lá estava, dos leitores da Culturgest, a apoiarem e a vibrarem com a Aldina!). Aí, é possível apercebermo-nos de quão inteligente é esta mulher com uma personalidade forte, uma grande cultura, enorme sensibilidade e sem quaisquer tiques de vedeta. Outra característica a favor dela: é genuína, um pouco selvagem, diz o que tem a dizer sem "cartas na manga". Algo que transparece na sua grande Arte.
Por isso, VIVA a ALDINA

E tomem nota:

No próximo Domingo é a antestreia do filme ALDINA DUARTE – PRINCESA PROMETIDA
NO INDIELISBOA’09 com realização de Manuel Mozos, uma produção da Midas Filmes. Na secção IndieMusic, no domingo, dia 26 de Abril, às 21h45, no Cinema São Jorge, na sala 1.

De acordo com o press-release :
É um retrato da figura única que é Aldina Duarte, senhora-menina, fadista por convicção e amor. Traçando o seu perfil, desvendando a sua personalidade, viajando com ela através da sua cidade, Lisboa, pelos locais que lhe são mais queridos e que ela tão bem conhece, expondo-se livre e aberta, generosa e viva, inocente mas sábia, com a frontalidade e certa malícia cheia de pudor e respeito que tão bem a caracterizam.
Para o filme foi gravado um concerto de Aldina Duarte na Sala das Batalhas do Palácio Fronteira, em que Aldina foi acompanhada por José Manuel Neto na guitarra portuguesa e Nuno Miguel Ramos na viola.
Uma produção Midas Filmes com o patrocínio Câmara Municipal de Lisboa, FNAC e Roda-lá Musiceste e teve o investimento do FICA - FUNDO DE INVESTIMENTO PARA O CINEMA E AUDIOVISUAL.

Para mais informações contacte
Marta Fernandes
MIDAS FILMES www.midas-filmes.pt
Tel/Fax + 351 213479088 Mob + 351 919466309
Praça de S. Paulo, 19, 2ºE 1200-425 Lisboa PORTUGAL

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 06:47


1 comentário

De Comunidade de Leitores a 29.04.2009 às 06:19

Querida Lena:

Ainda bem que falaste da Aldina no Blog. Foi deveras um espectáculo muito especial; eu, que aprendi a amar o fado e a apreciar a técnica, ADOREI! É óptimo ter colegas assim tão interessantes na Comunidade. Espero que ela continue a acompanhar-nos.

Comentar post



Um blogue da literatura, dos livros, dos leitores, dos editores, dos livreiros, dos alfarrabistas, dos desesperados, dos felizes e do que mais aprouver.

Mais sobre mim

foto do autor